arquivo

Arquivo mensal: julho 2010

Para quem não sabe, meu projeto de iniciação científica estuda blogs desenvolvidos por e para idosos, no que tange à sua arquitetura de informação. Por isso, comecei a ler alguns blogs que, antes dessa pesquisa, nunca pensei em ler!

Um destes blogs é o Blog da Vovó… mas não só!, desenvolvido por Heloísa Sérvulo.
Navegando por entre as postagens, encontrei um texto sobre um projeto que a Heloísa gostaria de desenvolver: o projeto livro sem dono.
É aquela ideia do bookcrossing, o mesmo objetivo da Troca de livros geek, projeto do AndAfter.org. Porém, mais simplificada. Isto é, sem códigos de rastreamento do livro. Eu diria que seria aquela ideia dos mangás no Japão: o pessoal lê no metrô e depois larga no banco, dando a oportunidade para outras pessoas lerem (e alguns levarem embora também ¬¬).

A Heloísa começou o seu projeto com dois livros: A menina que roubava livros, do Markus Zusak e O Negociador, de Frederick Forsyth. Na página de guarda ela escreveu a seguinte “cartinha”:

Estou “esquecendo” esse livro aqui, para que você o possa ler. Em seguida, “esqueça-o”, também, num lugar público, para que possa ser encontrado e lido.

Se preferir, dê para alguém interessado, que também deverá esquecê-lo após sua leitura.

Assim, muitos poderão ter a oportunidade da leitura e ele será um “livro sem dono”

Não sei como anda o projeto “Livros sem dono”, no momento, porque a postagem é de maio de 2009. Mas espero que esteja dando certo!
Acho muito legal essas iniciativas de incentivo a leitura e desprendimento dos livros!

Sei que além destas duas iniciativas, existem muitos outros projetos do gênero. Já recebi vários emails sobre o assunto. E é legal ressaltar que essa preocupação com a leitura e seu incetivo parte de pessoas que sabem da importância da leitura para a nossa formação e também para o nosso lazer. Espero que no nosso fazer profissional, eu e meus colegas, saibamos aproveitar essas ideias e projetos e mudar a imagem da biblioteca e do bibliotecário.

Quem sabe, né? xD

Pra quem quiser acompanhar as postagens sobre o projeto “Livros sem dono”, de Heloísa Sérvulo, segue o link: http://blogdavovohelo.blogspot.com/search/label/livro%20sem%20dono

Lembram da Troca de livros geek proposta pelo AndAfter.org?
Então, agora também estou participando xD
Ontem chegou o livro Blink: a decisão num piscar de olhos do Malcolm Gladwell, e estou quase pra terminar de ler já!

GLADWEEL, Malcolm. Blink: a decisão num piscar de olhos. Rio de Janeiro: Rocco, 2005.

É um livro muito instigante, com sua capa minimalista que faz a gente pensar em muitas coisas antes de começar a ler…
Passando da capa, temos um sumário extremamente intrigante… que me fez lembrar dos diversos livros que temos em casa, como livros de psicologia e motivacionais.
Claro que fui dar uma olhadinha na ficha catalográfica, pra ver o título original da obra. E eis que temos uma modificada na tradução: Blink – The power of thinking without thinking. Acho muito engraçado como os tradutores modificam o título das obras… mas enfim…

Um dos assuntos que o livro toca é como o excesso de informações pode influenciar negativamente em uma decisão. Será que aqui caberia um estudo na Ciência da Informação?
Claro que as “informações” discutidas no livro não são aquelas que estudamos na nossa graduação, informação registrada, mas será que não podemos considerar como informação aquilo que não é tangível? Por exemplo, a expressão de concordância ou de desprezo, não poderia ser uma informação que poderia ser trabalhada em nossa área também? Tô viajando… eu sei…

Mas enfim, tudo isso é só pra dizer o quanto eu estou gostando do livro xD

Vi hoje, via Google Reader, o surgimento de mais um blog “sobre bibliotecas” na rede: o BiblioComics!
Achei o máximo a ideia deste blog: reunir tiras de cartoons e charges sobre bibliotecas e livros.
Faz um tempo que tenho buscado tirinhas sobre o assunto para as nossas singelas comemorações do Dia do Bibliotecário… e como é difícil achar, viu! Agora com esse blog fica tudo mais fácil xD

Link do blog: http://bibliocomics.blogspot.com/

 

O AndAfter está desenvolvendo a “campanha-projeto-meme-sei lá o quê” de Troca de livros Geek, e eu achei a ideia muito legal! Por isso estou divulgado por aqui! Segue o texto do post, na íntegra:

Troca de livros Geeks

Várias pessoas ajudam, palpitam, criticam e mandam links que viram posts por aqui. As vezes uma mesa de bar vira mesa de debate para os mais geeks dos assuntos, que vão de programação a auto-organização de formigueiros (idéia que guiou o sistema por trás da organização da nossa comunidade, karma, votos, aprovação de textos, etc.)

E livros entram no debate e ajudam a refrescar as idéias. Gostamos de livro. Gostamos de idéia. Gostamos da inteligência coletiva!

Então resolvemos estimular a nerdice por este Brasil, começamos a distribuir livros. Livros que não podem ficar guardados e que talvez cheguem até a sua mão.

Como funciona?

Nós vamos colocar livros em circulação na mão de alguns conhecidos. O livro pode chegar para você enviado por alguém, porque você achou ele na rua, como brinde em uma compra no Eu Compraria! Shop, em alguma promoção…. enfim, vamos apenas distribuir.

O principal regra é que o livro não pode ficar guardado!

Se você não vai ler, passe adiante, ou diga que não quer, ou deixe onde ele está (caso tenha encontrado ele). Se você já leu, passe adiante. As “dicas” estão escritas no livro, para deixar a corrente fluir.

Passar para quem?

Ora, passe para algum conhecido seu que você imagina que gostaria de ler este livro!

No final do livro deixamos um espaço para o pessoal que já leu colocar o seu twitter, pequenino pra ter espaço pra bastante gente, então se você vai colocar um livro novo na roda e não sabe para quem mandar, que tal entrar em contato com algum desconhecido pelo Twitter (use a lista!) e mandar seu livro pra ele? 🙂

Feedback

Já leu o livro? Nos avise pelo Twitter (@andafter), vamos gostar de saber por onde estão circulando os livros, que a informação tá circulando e populando cabeças por aí, fazendo pensar, criticar, divagar, rir.

Os livros

Começamos com o seguintes livros (colocamos um código de 3 dígitos para facilitar que a gente rastreie os livros por aí):

  1. 001 – Dilbert (1) – Porto Alegre, com o @comedordexis
  2. 002 – Dilbert (2)
  3. 003 – Dilbert (3)
  4. 004 – Dilbert (4) – Porto Alegre, com o @gsromero
  5. 005 – Dilbert (5)
  6. 006 – Blink: a decisão num piscar de olhos
  7. 007 – O princípio 80/20

A lista acima é de livros novos, que compramos exatamente para começar esta rede de troca de livros entre os colaboradores, mas tenho alguns de minha coleção pessoal que vou colocar na roda. Praticar o desapego, afinal livro guardado só serve para amarelar e ocupar espaço – apesar de ser legal ter uma coleçãozinha, né? Mas tem uns que eu sei que não lerei novamente então… ;D

E você acha que enviar livros pelos Correios é caro? Sabia que existe um recurso muito pouco divulgado que se chama registro módico? Você não precisa pagar o valor do envio de um produto para mandar o livro, basta escrever REGISTRO MÓDICO no seu envelope – mas leve o envelope NÃO LACRADO, pois algumas agências pedem para conferir o que está no pacote. Segundo o site dos correios o registro módico:

Poderá ser utilizado junto às postagens de Carta (Comercial e Não Comercial), Impresso (Normal e Especial) e Mala Direta Postal, somente em âmbito nacional, para os seguintes objetos:

a) Livros em geral, postados por qualquer pessoa física ou jurídica;

b) Materiais didáticos, impressos ou gravados em CD ou DVD, desde que postados por escolas de ensino por correspondência e destinados aos seus alunos.

Pelo que a gente entendeu, eles cobram pelo peso / volume do livro e se acrecenta só R$1,35 a esse valor. Até os Correios estimulam a troca de livros entre as pessoas /o/

Quer colocar um livro na roda?

E aí, tem uns livros sobrando e quer ajudar a fazer o mundo um lugar um pouco mais geek-colaborativo-inteligente?  Ou receber algum livro ou doar algum para entrar na roda?

Se quiser contribuir com a nossa trocação de livros, escreva para contato@andafter.org e nos vamos te passar o código do livro (para que ele seja rastrado na medida do possível) e instruções para facilitar a troca – ou simplesmente passe ele pra frente, sem burocracias! 😀

Se vai dar certo? Não sei, resolvemos testar. E vamos rastreando e comunicando pelo Twitter e por aqui onde estão os livros, quem já leu, pra quem entregou… talvez alguns se perderão no caminho, mas vamos ver se funciona! 😀

E se quiser divulgar a idéia entre seus seguidores, é só clicar aqui.

Fonte: http://www.andafter.org/publicacoes/troca-de-livros-geeks_1809.html

Comecei a fazer uma busca na web dos blogs desenvolvidos pelas bibliotecas da UNESP, USP e UNICAMP, e talvez eu não tenha usado os termos certos para a pesquisa, pois está bem difícil de encontrar, ou talvez elas não existam tanto quanto eu pensei que existisse.

Esta busca está sendo realizada para as análises que farei no meu TCC.

Listarei os links que encontrei, e se alguém tiver outros links para compartilhar comigo, agradeceria muito!!
Da UNICAMP, infelizmente, não encontrei nada.

UNESP

USP